Anemia falciforme - Como acontece, Sintomas, Tem cura?

A anemia falciforme é um distúrbio da hemoglobina nos glóbulos vermelhos, uma doença não tão comum quanto a anemia ferropativa, decorrente da falta de ferro no sangue ou então pela dificuldade na absorção desse mineral no trato digestivo.


Como acontece a anemia falciforme 


A hemoglobina é a substância presente nos glóbulos vermelhos que é responsável pela cor da célula e pelo transporte de oxigénio pelo organismo. Pessoas com anemia falciforme nascem com a doença, não é contagioso. Ela só pode ser herdada de ambos os pais, cada um tendo passado o gene para células falciformes.

Sintomas

Os principais sintomas de anemia falciforme são anemia e episódios de dor intensa. A dor ocorre quando as células mudam de forma após o oxigênio ter sido liberado. Os glóbulos vermelhos mantêm - se então Unidos, causando bloqueios nos vasos sanguíneos pequenos.

Estes episódios dolorosos são referidos como crise de células falciformes. São tratados com analgésicos fortes, como a morfina, para controlar a dor.

Outras complicações relacionadas


As pessoas com células falciformes estão em risco de complicações acidente vascular cerebral, síndrome aguda do peito, cegueira, lesão óssea e priapismo (uma ercção persistente e dolorosa do pénis). Ao longo do tempo as pessoas com anemia falciforme podem sofrer danos em órgãos como o fígado, rim, pulmões, coração e baço. A morte também pode resultar de complicações do transtorno. O tratamento de células falciformes centra-se principalmente na prevenção e tratamento de complicações.


Anemia falciforme tem cura? 

A única cura possível para a doença é o transplante de medula óssea, mas isso só é possível para um número limitado de indivíduos afetados que têm um doador adequado. Um medicamento chamado hidroxiureia, pode reduzir significativamente o número de crises dolorosas.